Peça do mês de junho'18 | Santa

Voltar

O Mosteiro de Santa Clara-a-Velha divulga, todos os meses, uma peça do acervo museológico, com o objetivo de partilhar a história das peças e das coleções disponíveis na exposição permanente "Freiras e Donas de Santa Clara - arqueologia da clausura". A peça do mês de junho´18, localiza-se na primeira sala, insere-se no tema "Devoção", é uma escultura de vulto e representa uma santa, provavelmente a Virgem Maria.

Santa - MSCV E1 com dois fragmentros, o nº 158 e o nº 159.

Escultura de vulto redondo, dividida em dois fragmentos, representando uma santa, muito possivelmente a Virgem Maria, dada a particular devoção mariana que a piedade católica e mendicante instituíram. Um dos fragmentos representa um torço cuja cabeça e mãos se perderam (nº158), enquanto o outro, diz respeito aos membros inferiores (nº159). A figura encontrava-se envolvida por um manto preso ao peito, através de firmal quadrilobado com losango sobreposto (análogo aos de várias outras esculturas atribuídas ao escultor Mestre Pêro), sob o qual se percebe um vestido abotoado três a três (tal como algumas esculturas do Museu Nacional Machado de Castro - Inv. nrs 1086,1087,1226 Esc) com restos de decoração policroma, em vermelho e dourado. Os longos cabelos, finamente trabalhados em suaves riscas ondulantes, com pontas alinhadas, têm afinidade com os cabelos da escultura de Nossa Senhora com o Menino (proveniente de Montemor-o-Velho e incorporada na coleção do Museu Nacional Machado de Castro - E5), e com a Nossa Senhora do Ó (proveniente da Sé Velha - E20), as semelhanças com esta escultura encontram-se igualmente no modelado dos sapatos e pregas do vestido que sobre eles caem. 
Estas similitudes formais e de modelado com as obras nomeadas, apontam para uma figuração mariana de produção da oficina de Mestre Pêro, e uma datação para o período de 1330 a 1340, pese embora a falta de documentação escrita que comprove estas atribuições, a que acresce neste caso, a omissão do rosto e das mãos. 
Os tardozes dos fragmentos escultóricos apresentam um sulco de alto a baixo, indiciando que a peça estaria adossada a algum suporte.
Oficina de Mestre Pêro
Material: pedra de ançã
Dimensões:
Fragmento nº 158 - Alt. 220mm, Larg. 250mm, Prof. 125mm;
Fragmento nº 159 - Alt. 160mm, Larg. 170mm, Prof. 295mm;
Data: século XIV (1330-1340?)

Fragmento nº 158 - Alt. 220mm, Larg. 250mm, Prof. 125mm;

Fragmento nº 159 - Alt. 160mm, Larg. 170mm, Prof. 295mm;

Data: 01/06/2018 a 30/06/2018

Local: Mosteiro de Santa Clara-a-Velha | Coimbra

Publicação: 07-06-2018

Categorias

Partilhar

Notícias e Eventos

Em Destaque